domingo, 29 de janeiro de 2017

Licor Cristalizado


  • Colocar em uma panela 500 g de açúcar cristal e 750 ml de água. 
  • Mexer e levar ao fogo alto, não mexer mais até que o açúcar comece a cristalizar nas bordas da panela. 
  • Estará no ponto quando a temperatura atingir 106ºC. 
  • Desligar o fogo sem mexer, e quando amornar juntar vagarosamente 1 xícara (chá) de álcool de cereais misturado com 25 gotas da essência de sua preferência (anis, nozes, etc). 
  • Movimentar a panela para misturar, deixar repousando para esfriar e transferir para uma garrafa (enxaguada com álcool de cereais) com 1 galho seco e limpo de sibipiruna ou renda portuguesa dentro dela.
  •  Tampar depois de frio e não mexer. 
  • O galho da sibipiruna ficará cristalizado aos poucos, não guardar em geladeira



A sibipiruna florida parece um pé de algodão-doce amarelo, para a diversão dos passarinhos. Nativa da Mata Atlântica, ela é uma das primeiras espécies a surgir em áreas degradadas, sendo, por isso, muito usada em reflorestamentos. Quando ainda é jovem, precisa de um pouco de sombra para crescer, uma vez que suas folhas perdem água depressa, acelerando a desidratação.


Uma das espécies mais floríferas do gênero Caesalpinia ferrea), sem falar e um montão de outras árvores menos longevas. O gênero engloba cerca de 70 espécies bem variadas entre si, de árvores a arbustos. No passado, algumas foram classificadas no gênero Poinciana, mas as revisões mais recentes deixam a sibipiruna dentro das Caesalpinia, mesmo. Também faz parte da família a flor-de-pavão (Caesalpinia pulcherrima: repare como as folhas das duas árvores são semelhantes, cheias de folhinhas menores, chamadas "folíolos".

Assim como suas irmãs, a sibipiruna deve ser cultivada sob sol pleno, em solo enriquecido com matéria orgânica, regado frequentemente, mas sem encharcamento, para evitar doenças causadas por fungos e bactérias. Se você quiser plantar uma sibipiruna, escolha um local com bastante espaço, já que as raízes são poderosas e a árvore passa fácil dos 15 metros de altura. Prepare a cova com terra, areia e composto orgânico em partes iguais, colocando um pouco de calcário no fundo e mexendo bem.

Tome cuidado com a poda, geralmente anual, para que os galhos não cresçam em direção aos fios elétricos e demais lugares indesejados. E passe longe de seus frutos (pretos, achatados e com sementes beges), porque eles não são comestíveis.


Nota: O "Receitas E Dicas" não se responsabiliza pela receitas aqui editadas, fica a critério de cada pessoa analisar e avaliar a receita em questão, a equipe do Receitas E Dicas não testa as receitas aqui indicadas, sendo assim, não nos responsabilizamos se a receita não der certo, ou não ficar ao seu agrado. Trata-se de receitas que estão postadas aqui originalmente pelo usuário e não passaram pela edição da equipe. Qualquer erro, inexatidão, falha nos itens que compõe as receitas, ou mesmo uso de imagens de terceiros são de total responsabilidade do usuário que a postou.
A publicação das informações contidas neste site não constitui prática de medicina e/ou de nutrição e não substitui o conselho de seu médico ou de outro profissional da saúde.
Se você encontrou algum problema com esta receita, seja no texto, foto ou autoria, por favor entre em contato através do e-mail web_receitas@outlook.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário